sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Pesquisa põe Brasil em topo de ranking de violência contra professores


Uma pesquisa global feita com mais de 100 mil professores e diretores de escola do segundo ciclo do ensino fundamental e do ensino médio (alunos de 11 a 16 anos) põe o Brasil no topo de um ranking de violência em escolas.
Na enquete da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), 12,5% dos professores ouvidos no Brasil disseram ser vítimas de agressões verbais ou de intimidação de alunos pelo menos uma vez por semana.
Trata-se do índice mais alto entre os 34 países pesquisados - a média entre eles é de 3,4%. Depois do Brasil, vem a Estônia, com 11%, e a Austrália com 9,7%. Na Coreia do Sul, na Malásia e na Romênia, o índice é zero.
"A escola hoje está mais aberta à sociedade. Os alunos levam para a aula seus problemas cotidianos", disse à BBC Brasil Dirk Van Damme, chefe da divisão de inovação e medição de progressos em educação da OCDE.
O estudo internacional sobre professores, ensino e aprendizagem (Talis, na sigla em inglês), também revelou que apenas um em cada dez professores (12,6%) no Brasil acredita que a profissão é valorizada pela sociedade; a média global é de 31%.
O Brasil está entre os dez últimos da lista nesse quesito, que mede a percepção que o professor tem da valorização de sua profissão. O lanterna é a Eslováquia, com 3,9%. Em seguida, estão a França e a Suécia, onde só 4,9% dos professores acham que são devidamente apreciados pela sociedade.
Já na Malásia, quase 84% (83,8%) dos professores acham que a profissão é valorizada. Na sequência vêm Cingapura, com 67,6% e a Coréia do Sul, com 66,5%.
A pesquisa ainda indica que, apesar dos problemas, a grande maioria dos professores no mundo se diz satisfeita com o trabalho.
A conclusão da pesquisa é de que os professores gostam de seu trabalho, mas "não se sentem apoiados e reconhecidos pela instituição escolar e se veem desconsiderados pela sociedade em geral", diz a OCDE.
Segundo Van Damme, "a valorização dos professores é um elemento-chave para desenvolver os sistemas educacionais".
Ele aponta melhores salários e meios financeiros para que a escola funcione corretamente, além de oportunidades de desenvolvimento de carreira como fatores que podem levar a uma valorização concreta da categoria.
No Brasil, segundo dados do CDEs (Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social) da Presidência da República, divulgados em 2012, a remuneração média dos professores é de pouco menos de R$ 1,9 mil por mês.
A média salarial dos professores nos países da OCDE, calculada levando em conta o poder de compra em cada país, é de US$ 30 mil (cerca de R$ 68,2 mil) por ano, o equivalente a R$ 5,7 por mês, o triplo do que é pago no Brasil.
O especialista da OCDE cita a Coreia do Sul e a China como exemplos de países onde o trabalho dos professores é valorizado tanto pela sociedade quanto por políticas governamentais, o que representa, diz ele, um "elemento fundamental na melhoria da performance dos alunos".

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Administração Municipal não elaborou proposta de Avaliação de Desempenho para discussão na Comissão de Gestão
Na reunião da Comissão de Gestão do Plano de Carreira do Magistério Público Municipal de Barra do Choça, realizada na última terça-feira (26/08), a Administração Municipal, contrariando o acordo feito na Campanha Salarial 2014, não apresentou a sua proposta para a Avaliação de Desempenho dos professores.
A mesma encaminhou apenas um material de estudo que servirá de base para elaboração da proposta final.
Diante das discussões, ficou decidido que a Comissão elaborará o documento, com base nas propostas encaminhada pelo SIMPROBAC e pela Administração. Além disso, foi aprovado um calendário de reuniões com intuito de discutir e elaborar os critérios para a referida avaliação até o final do mês de novembro de 2014.
Espera-se que as discussões ocorram dentro do cronograma para que o documento seja apreciado pelos professores e posterior envio para votação na Câmara de Vereadores.
Nesse processo, é importante ressaltar a necessidade de o setor jurídico da Administração atuar com maior agilidade, algo necessário para que o projeto de lei chegue à Câmara de Vereadores ainda neste ano, em cumprimento aos acordos da Campanha Salarial 2014.
Comissão de Gestão do Plano de Carreira discute processo de enquadramento dos professores

Atendendo à solicitação do SIMPROBAC, a Comissão de Gestão do Plano de Carreira do Magistério Público Municipal de Barra do Choça se reuniu na última terça-feira (26/08) para discussão do processo de enquadramento dos professores. Na oportunidade, os representes da Administração apresentaram os documentos que serviram de base para a comprovação da carga horária de trabalho dos professores que solicitaram o enquadramento na jornada de trabalho de 40 horas.

A próximo etapa é de responsabilidade da Secretaria Municipal de Educação, com a publicação da portaria com os nomes do professores contemplados. 

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Após cobranças do SIMPROBAC, é agendada nova reunião da Comissão de Gestão do Plano de Carreira
Na última quinta-feira (14/08), a diretoria do SIMPROBAC enviou um ofício ao Sr. Ricardo Amorim, presidente da Comissão de Gestão do Plano de Carreira do magistério Público Municipal de Barra do Choça, para discussão do processo de enquadramento dos professores e da proposta de Avaliação de Desempenho. Atendendo à solicitação, o presidente convocou os membros da Comissão para uma reunião que se realizará no dia 26 de agosto, às 14:30h.

O SIMPROBAC espera que a Secretaria Municipal de Educação apresente uma proposta de Avaliação de Desempenho para que a Comissão inicie as discussões, em cumprimento aos acordos da Campanha Salarial de 2014.   

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Morosidade do governo Oberdam pode comprometer o cumprimento de acordo da Campanha Salarial 2014
  
Mais uma vez, a morosidade da gestão Oberdam poderá comprometer o cumprimento de acordo da Campanha Salarial deste ano de 2014. O acordo em questão se trata da discussão da proposta de Avaliação de Desempenho na Comissão de Gestão do Plano de Carreira do Magistério Público Municipal de Barra do Choça. Pelo acordo assinado entre o SIMPROBAC e o prefeito Oberdam a discussão deveria ter sido inicia no início do mês de julho. Fato que ainda não ocorreu, pois a Administração Municipal não enviou a proposta para a Comissão iniciar os trabalhos. Isso é preocupante, uma vez que a discussão da Avaliação de Desempenho foi uma pauta da Campanha Salarial do passado que, por sua, vez não foi cumprida pelo gestor.
O SIMPROBAC já fez várias solicitações à Secretaria Municipal de Educação, responsável pela elaboração da proposta e, até o presente momento, a mesma não apresentou uma data concreta para a apresentação do documento.

Caso o governo Oberdam não envie a proposta até o final deste mês, a categoria poderá se reunir novamente em assembleia para fazer os encaminhamentos necessários.

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

11 de agosto - Dia do Estudante


O Dia do Estudante é uma data especial, pois é uma homenagem a todas as pessoas que valorizam o conhecimento e o crescimento pessoal. É comemorado em 11 de agosto porque esta é a data em que foram criados os dois primeiros cursos de nível superior no país: ciências jurídicas e ciências sociais. Isto ocorreu no ano de 1827, por decreto de D. Pedro I. Antes disso, quem quisesse cursar o ensino superior, teria que ir até a Europa, pois era só do outro lado do oceano que existiam universidades. A data comemorativa foi instituída por ocasião da comemoração do centenário de criação dos cursos.

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Segundo Administração Municipal, falha do setor responsável impossibilitou o pagamento do abono dos professores contratados
Após enviar ofício à Administração Municipal questionando sobre o não pagamento do abono salarial dos professores contratados, conforme acordo assinado pelo prefeito Oberdam, o SIMPROBAC foi informado que a referida remuneração não ocorreu devido a falha do setor responsável. Tal falha interferiu no processamento da folha de pagamento.

Segundo ofício enviado pela Secretária de Administração, o pagamento será realizado no mês de agosto com o retroativo ao mês de julho.